FFA Advocacia
was successfully added to your cart.

10 dicas essenciais para trocar o pneu sozinha

By 14 de novembro de 2017Sem categoria

Mulheres no Volante – 10 Dicas Essenciais para Trocar o Pneu Sozinha
Numa época em que mulheres conquistam cada vez mais autonomia, trocar o pneu sozinha já não é mais uma opção. É praticamente obrigatório.
Na hora do perrengue a gente sabe como pode ser difícil trocar – muitas vezes pela primeira vez – o pneu furado, ainda mais se estiver sozinha. Tudo bem, sempre há a possibilidade de surgir alguém solícito a ajudar, mas você não deve contar com isso. Estar preparada para toda situação, principalmente se você costuma dirigir desacompanhada e por lugares não muito movimentados, é algo fundamental.

O pneu furou, e agora?
Primeira coisa: não entre em pânico. Imprevistos ocorrem, mas conhecimento dribla o inesperado. Agora é só salvar essa listinha de dicas que a Rodão Pneus separou pra você e guardar aí num bloco de notas do seu smartphone. Afinal, nunca se sabe, né? Todo motorista já passou – ou vai passar – por uma situação inesperada como essa. Inclusive, é uma das mais comuns. Ainda bem que a troca do pneu não depende de ninguém que não seja você.
Vamos reiterar o seguinte, cuidado com estranhos em locais desertos. Embora acreditemos num mundo justo e igualitário, todos – em especial mulheres – ainda podem ser vítimas de pessoas oportunistas e mal intencionadas. Principalmente se você estiver numa situação de vulnerabilidade.
Outra coisa, se você tiver essa lista de dicas, não vai precisar pedir ajuda ao namorado/noivo/marido ou – talvez pior – acionar o seguro. É simples, garantimos.
Conversa vai, conversa vem, mas vamos ao que interessa. Anota aí as 10 dicas essenciais para trocar o pneu sozinha.

1 – Separe os itens principais
Ok, não se assuste. Isso não é pré-requisito. Todo mundo troca pneus sem usar luvas, mas a gente sabe que manicure não é barato e que nem sempre estamos dispostas a sair com as mãos sujas de graxa, principalmente se for possível evitar. Se você puder, mantenha um par de luvas sempre no seu carro.
Outro item bem bacana é uma sacola grande. Uma sacola de lixo, por exemplo. Se o pneu estiver muito sujo (de detritos, graxa, lama, ou sabe-se lá mais o quê) você pode guarda-lo sem sujar o interior do porta-malas. Junte as ferramentas. Pegue a chave de rodas(ou chave em cruz), o macaco e o estepe.

2 – Triângulo Luminoso
Caso você esteja numa pista – em especial perto de curvas – leve seu carro para o acostamento. Certifique-se de que puxou o freio de mão. Pegue o triângulo luminoso, e
ponha-o cerca de 20 metros de distâncias contados a partir da traseira do veículo. Assim os carros que estiverem a caminho poderão te ver, evitar um acidente e – quem sabe – oferecer ajuda.

3 – Arregace as mangas
Antes de encaixar o macaco, remova a calota da roda com o pneu furado, e com a chave adequada (podendo ser a chave de cruz ou a de rodas) remova cada “parafuso”. Ao invés de tentar fazer força com os braços, use seu peso para afrouxá-las. O macete é encaixar, e pisar na chave quantas vezes forem necessárias até que a porca se solte.

4 – Estabilize o veículo
Antes de começar a usar o macaco para erguer o veículo, é importantíssimo se assegurar de que ele foi encaixado adequadamente. Caso contrário, existe o risco de ele deslizar enquanto você o manuseia e o veículo desmoronar. Tateie por baixo, até sentir um vinco, no qual você poderá encaixar a ferramenta.

5 – Cuidado com os parafusos
Uma vez colocado o macaco, gire até que o pneu erga-se o suficiente de forma que não esteja tocando o chão. Assim você pode agora, retirar as porcas que foram afrouxadas anteriormente e assim remover a roda. Outra observação é que você deve tomar muito cuidado para não perde-las, então guarde no bolso/bolsa pra não correr esse risco.

6 – Encaixe o Estepe
Após retirar o pneu, encaixe o estepe no lugar de forma que os furos do estepe se alinhem com os furos da roda.

7 – Fixe a nova roda
Depois de encaixar a primeira porca, coloque a segunda no furo que está ao lado oposto, apertando-as o suficiente para manter a roda presa. Em seguida encaixe as demais. Agora que o pneu está fixado, você pode baixar o carro, retirar o macaco, guardar o pneu e suas ferramentas.

8 – Dirija em baixa velocidade
Ao voltar pra estrada, lembre-se de manter uma velocidade não muito alta. O pneu (estepe) que você colocou, pode estar com a calibragem baixa, podendo ocasionar um novo imprevisto. Já pensou o estepe furar depois do trabalhão todo que você teve?

9 – Pare no primeiro posto
Assim que você encontrar um posto, é necessário que verifique a calibragem do pneu substituto. A calibragem muda conforme modelo do veículo e tamanho do aro/roda. Caso você não saiba, peça ajuda a algum frentista ou mecânico que esteja no local.

10 – Encontre um mecânico
Procure o quanto antes um mecânico. Há duas coisas que precisam de avaliação urgente, sendo elas: a fixação das porcas, já que não sabemos o quão firmes podem estar realmente; o pneu furado, que você precisa substituir o quanto antes, adquirindo um novo ou consertando o que furou.

Caso você tenha mais alguma dúvida, sugestão, ou até mesmo alguma dica (vai que você já passou por situações inesperadas e pode dividir com a gente), entre em contato via atendimento@rodaopneus.com ou deixe um comentário aqui. Teremos o maior prazer em trocar conhecimentos com você.

Leave a Reply